Monday, February 19, 2007

Vira o disco e toca o mesmo

Hoje o Alberto João Jardim demitiu-se. Líder incontestado do governo regional da Madeira, no poder desde que Portugal voltou a ser uma democracia, Alberto João bateu com a porta indignado com a nova Lei das Finanças Regionais publicada hoje em Diário da Républica, que representa a diminuição das transferências da União Europeia e o controle do endividamento das regiões autónomas.

No entanto, num movimento digno de um contorcionista de circo, Alberto João anuncia a sua recandidatura para as eleições regionais que irão ser convocadas depois da sua demissão. Ou seja, o principal candidato à sua sucessão, é ele mesmo. No mínimo estranho, é como se a vida desse uma volta de 360 graus.

Se por um lado se sente injustiçado pelo mudar das regras a meio de uma legislatura, com o argumento que o seu programa tem quatro anos e assentava num fluxo financeiro que vai acabar, por outro é notória a falta de capacidade da Madeira em gerar riqueza que sustente a despesas que o Governo Regional tem. Lá se vai o discurso da independência

Sem os euros dos contribuintes aqui do burgo a Madeira não se consegue sustentar. No entanto continuam as obras em grande, os fogos de artifício deslumbrantes, os subsidios aos clubes de futebol enquanto a maior parte da população vive no limiar da pobreza.

O rei vai nu...

No comments: