Posts

Showing posts from March, 2010

Mais do mesmo

Hoje acordei com a notícia, já esperada, de quem foi eleito como novo líder do PSD. Hoje começou a Socratização laranja, que irá levar Passos Coelho a primeiro ministro, repetindo a táctica que tão bons resultados deu ao actual Primeiro. Afinal, o perfil de inaptidão profissional fora da política é coerente entre os dois e a forma cuidada com que utiliza os media faz de Passos Coelho um político que vive para o show-bizz, ao estilo rosa que começou nos Estados Gerais. Hoje foi o dia que me divorciei da política, só espero que a mediocridade não se instale de vez porque não me quero divorciar de Portugal.

Reflexão

Numa altura de PECs, em que mais esforços são pedidos a todos, recebi esta história curiosa. Dá que pensar...

Um professor de economia na universidade Texas Tech disse que ele nunca reprovou um só aluno antes, mas tinha, uma vez, tinha reprovado uma classe inteira.Esta classe em particular tinha insistido que o socialismo realmente funcionava: ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seria igualitário e "justo."

O professor então disse, "Ok, vamos fazer uma experiência socialista nesta classe. Ao invés de dinheiro, usaremos suas notasnas provas."Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seria "justas." Isso quis dizer que todos receberiam as mesmas notas, o que significou que ninguém seria reprovado. Isso também quis dizer, claro, que ninguém receberia um "A"...

Depois que a média das primeiras provas foram tiradas, todos receberam "B". Quem estudou com dedicação ficou indignado, mas os alunos que não …

Comodismo

Os últimos tempos têm sido sempre a correr, afinal uma vida a três é bem diferente de uma a dois, e a disposição para a blogosfera tem ficado para trás. Aos amigos que não visito há algum tempo as minhas desculpas, não é por isso que não deixo de pensar neles.

A verdade é que a vontade não tem sido muito, acho que o sentimento de ter trazer uma criança para este mundo tem muita alegria mas um mixto de revolta, quando penso no que poderá ser este país daqui a 20 ou 30 anos. Afinal, nada mudou, as asneiras continuam a ser feitas, os galos lutam por um lugar no poleiro e entre os que se resignam e os que se acomodam, cada vez há menos gente a fazer a diferença em Portugal.

Hoje li uma noticía interessante sobre Arouca e o projecto da Câmara para as quintas sociais.

http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=1508599

A ideia de permitir a quem está desempregado ou a receber o rendimento minimo pudesse trabalhar, aumentar a auto-estima e desenvolver uma vida indenpendente er…