Thursday, March 22, 2007

Ota...ou o novo D.Sebastião

À medida que o tempo avança e as decisões têm que ser tomadas, aparecem relatórios contraditórios sobre a construção, ou não, do novo aeroporto na Ota. Uns dizem que vai beneficiar o desenvolvimento regional, outro argumentam que é a maior asneira nacional desde a batalha de Alcácer Quibir. Para mim, a unica semelhança da Ota com a ultima incursão portuguesa no Norte de África deve ter a ver com a neblina, muito frequente na zona do futuro aeroporto.

Como um cidadão comum tenho a minha opinião quando analiso as possíveis alternativas - Ota, Montijo (em duas versões, fruta ou chocolate) e Rio Frio. Como dois dos locais são antigas bases da força aérea portuguesa, acho importante aproveitar algumas infraestruturas que podem poupar uns €€€ aos cofres do Estado, por isso apenas considero estes possíveis candidatos.

Nesta prespectiva, o Montijo ganha aos pontos. A pista é imensa, a localização previligiada face a Lisboa, o relevo é pouco acentuado e os acessos actuais são muito bons. Na Ota há terraplanagens a fazer, as condições metereológicas são mais instáveis, está a 60 km de Lisboa, há corredores aéreos que interferem com os usados pela Força Aérea em Monte Real, a pista é minuscula, enfim, os contras são superiores aos prós que não consigo perceber o porquê desta escolha.

Só tenho esperança que, desta vez, o interesse nacional seja defendido. E aqueles que investiram uns milhares na compra de terrenos na zona da Ota, a contar com as expropriações, passem a Otários e fiquem à espera, nas manhãs de nevoeiro, que um Airbus se faça à pista...

No comments: