Thursday, September 27, 2007

Sabedoria oriental

Ontem reencontrei uma máxima de Confúncio que me ficou a dar voltas na cabeça:

"Escolhe um trabalho que gostes, e não terás de trabalhar nem um dia da tua vida."

Sempre tive uma queda para a cultura oriental, a forma como a vida é vista daquele lado do planeta consegue surpreender-me com facilidade. Comecei com "O segredo do Tao" (as mentes mais atrevidas que não confundam com o tauísmo), derivei para o "Livro tibetano da vida e da morte", passei pela "Arte da Guerra" e os "Os seis ensinamentos secretos" e cheguei a Lao Tsé.

A futilidade de muitos valores que a nossa sociedade valoriza, associada à constante procura do equilibrio entre o físico e o mental, leva-me a ter vontade de folhear Lao Tse nos dias mais stressantes. O ritmo diminui, a mente relaxa e a forma como agimos muda gradualmente. Uma boa receita para os dias de hoje.

5 comments:

Sem Naufragar said...

Bela receita e para todos: diabéticos, colestrol alto... independentemente da dieta de cada um, esta receita é universal!
Belo pensamento, mais uma bela partilha, e algo mais que podemos respirar no dia-a-dia.
Obgd.

Sem Naufragar said...

PS: falei de ti aos que me visitam :)
Espero ainda demorar mt tempo até ler a Ùltima jornada. Põe lenha nesta fogueira!

Dias said...

E na prática meu caro ?...
Na prática não passam de ensinamentos tão interessantes como os nossos (europeus) serão aos olhos de um curioso asiatico.

Compreendo (oh como compreendo...) mas não empolgo.

Abraço

Pratas said...

A ver se me dás umas dicas a próxima vez que te vir. Bem estou a precisar..

Codeas said...

Dr. Fajuto,

Estás muito em alta!
Não te esqueças nunca que os que conhecem a verdade não a dizem e que os que a dizem não a conhecem...

Mas é uma enorme alegria ver um brilhante funcionário de uma multinacional a deixar brilhar e falar a Luz do Coração!