Tuesday, October 23, 2007

Daas Boot

Vi-o a primeira vez numa série de 6 episódios que a RTP2 passou e fiquei viciado. Quando saiu o "Director's Cut" comprei o DVD na hora e às vezes dou por mim a rever bocados desta obra prima do cinema.

O filme retrata uma missão de um submarino alemão, numa altura em que a batalha do Atlântico já sentia o peso da tecnologia aliada e as tripulações germânicas eram cada vez mais novas e inexperientes. O actor principal é um jovem oficial da armada, jornalista na máquina de propaganda, que procura heróis numa guerra que começava a correr mal à Alemanha. O capitão era tratado como "o velho" - "der alte", apesar dos seus 29 anos e as faces imberbes dos recrutas contrastavam com a frieza dos veteranos.

Wolfgang Petersen realizou este filme num cenário semelhante a um submarino, criando um cilindro exíguo que recria o dia a dia dentro de um U-Boot. Baseado no livro de Lother- Gunther Bucheim - que também li - retrata com uma realidade impar o sofrimento e os medos que estes militares passaram, numa prova de carácter e humanidade exemplar.

4 comments:

Mena said...

Boas,
É no sofrimento em conjunto que alicerçam as maiores amizades e camaradagens.
O que estás a referir (Livro e Filme) é um grande exemplo disso mesmo, e mesmo sendo "peões" numa guerra absurda; não deixam de ser grandes homens!

rui said...

Este é mais um da minha colecção de DVD's, um filme brilhante a todos os niveis. A banda sonóra é fantástica.

Paulo said...

Curiosamente vou falar do U-571 esta semana lá no estaminé.

Mestre said...

mena, obrigado pelas palavras e bem vindo.

rui,
eu sei, comprei o meu depois de ver que o tinhas comprado. :)

paulo,

o U-571 é engraçado, com algum rigor, mas foca mais o heroismo dum grupo de pessoas. Aliás, aquela perseguição com o navio de superficie alemão em pleno 1942 é algo dificil de ter acontecido.

Se gostas do estilo vê este, a carga emocional é enorme.