Monday, October 15, 2007

Sonhos cor de rosa

Tive um sonho muito estranho.

Sonhei que tinha pedido emprestado um valor significativo de dinheiro, para dar um empurrão na vida e começar a minha empresa. Sonhei que a entidade a que recorri era aquela onde, por acaso, o meu pai era presidente. Depois sonhei que a vida me correu mal e que o pedido de insolvência e consequente incapacidade de pagamento foi gerido por um advogado que, por acaso, é meu irmão. E no final acordei com um perdão de 12 milhões de euros e a consciência tranquila.

Sonhos parte 2: Deja vu.

Hoje ouvi uma 2ª notícia onde outro sonhador, também "cor de rosa", teve um perdão de juros na ordem dos 15 milhões de euros. E pensei, será que ele teve o mesmo sonho que eu?

Digna do argumento de um episódio de "O polvo", esta história tem muito de real. Se o rebranding tivesse sido outro talvez chamasse a este pensamento "Sonho azul bébé".

2 comments:

Sem Naufragar said...

Ain estou a delirar com as tuas cores!
Está belo!
Pois que há sonhos mais válidos para uns...

Dias said...

Keep on dreaming bud...

(não precisava que me perdoassem, nada, so precisava que não me exigissem garantias bancarias)

Abraço