Saturday, December 22, 2007

Natal

E assim caminhamos a passos largos para o final de mais um ano, sem esquecer a paragem obrigatória do 24 de Dezembro, expoente máximo do consumismo da sociedade ocidentale onde tentamos todos, pelo menos um dia, fazer deste planeta um mundo melhor.
Pena que a 26 os discursos de solidariedade fiquem na gaveta, o ambiente contínue a ficar para 2º plano (nem imagino as toneladas de lixo motivadas pela quadra festiva) e a expectativa que "para o ano é que isto muda" volte a inundar os corações da plebe.
Já nem falo sobre o significado religioso do dia, numa altura em que tanta coisa é questionada.
Para os amigos (sim, os leitores são amigos) que costumam parar por aqui, desejo-vos um Feliz Natal.

4 comments:

Dias said...

Um grande idem para ti e, se me permites este aparte: fui velho do restelo, até a Rita nascer, depois o Natal ergue-se dos meus recalcamentos, qual zombi, e agora anda por ai livre a passear pela casa num sorriso lindão.

Abraço forte e grande

_aifos_ said...

Que a quadra seja uma vivência comum nos nossos dias e não apenas uma rotina do dia 24/25!

Feliz Natal amigo!
Beijokas

Pratas said...

Feliz Natal para ti e para a tua família, são os meus votos sinceros.

Anonymous said...

Feliz Natal para ti e para os teus.

Aquele abraço.