Monday, February 11, 2008

Primárias nos Estados Unidos

Na contagem decrescente para que o país mais poderoso do mundo substitua o pior presidente de sempre, tenho seguido as primárias americanas com uma curiosidade diferente de todas as anteriores. Do lado Republicano é giro ver que o candidato que aquele partido e o actual presidente não gostavam ser líder incontestado para as eleições presidenciais. Num extremo, se McCain for o próximo presidente sabemos que será bem diferente de Bush.

Nos Democratas assiste-se a uma luta renhida entre a ex-primeira dama e agora aspirante a presidente e o Martin Luther King dos tempos modernos. Obama começou as primárias com ligeira vantagem, deixou-se ultrapassar quando perdeu a California mas os sucessos dos ultimos estados mostram que se vai bater até ao fim. Confesso que o prefiro a Hillary, até porque a seguir ao "felatio" mais famoso da Casa Branca acho que iremos ter outras "brincadeiras" do clá Clinton na sala oval.

É isso e ouvir Bill Clinton dizer que nestas eleições está a votar no melhor candidato de sempre a presidente dos Estados Unidos. Das duas uma, ou não votou quando disputou a Casa Branca e sente de facto que a mulher pode vir a ser melhor presidente do que ele, o que levanta logo uma questão: Bill Clinton tocava saxofone, que instrumento tocará Hillary, gaita de foles?

Vou esperar para ver para que lado pende a balança democrata apesar de achar que, entre quebrar a tradição de nunca dar o 3º mandato aos Republicanos ou eleger um negro ou uma senhora para presidente, os americanos para preferir a solução tradicional e McCain ganhe. Espero bem que me engane e que Obama possa mudar o que de mal é feito naquele país.

No comments: