Thursday, March 13, 2008

Antes primeiro numa aldeia…

Citando Júlio César, na altura do primeiro triunvirato que dividiu o poder militar de Roma, e face ao ascendente de Pompeu, que “Antes primeiro numa aldeia que segundo em Roma”, num claro sinal que o segundo é o primeiro dos últimos.

Ao assistir à sucessão de acontecimentos recentes do PPD/PSD (esta parecia o Santana Lopes) fico com alguma perplexidade de como é que este partido se pode assumir como oposição de qualquer coisa, muito mais de um governo. Entre as quotas pagas em “cash” para que os militantes possam votar à boca das urnas, às crescentes críticas dos notáveis do partido, fico com duas perguntas na cabeça:

- Será que Menezes quer tornar o PSD, perdão, o PPD/PSD o partido dos branqueadores de capital, sentindo que muito desde país adora passar a perna ao fisco e daí, poder vir a ser governo com maioria?

- E por onde andaram estes notáveis nas últimas eleições do partido, onde a oposição ao Menezes foi tímida e pouco afoita? Se na altura figuras como Manuela Ferreira Leite e Rui Rio, entre outros, tivessem participado mais activamente nas directas, provavelmente o partido hoje estaria em condições de tentar disputar as próximas legislativas com outra moral e outro líder.

Enfim, eu que votei laranja várias vezes estou hoje mais satisfeito com a firmeza de algumas decisões do nosso primeiro do que com as ideias que surgem da cabeça do barão de Gaia. Acho que Menezes devia seguir o discurso de César e perceber que devia ter ficado numa aldeia da foz do Douro.

No comments: