Sunday, February 1, 2009

Good night, and good luck

Vi este filme a semana passada e fiquei surpreendido. Primeiro, pelo trabalho de George Clooney como realizador. O filme é interessante porque está a preto e branco, recreando uma atmosfera pura da década de 50, com uma banda sonora, onde a televisão dava os primeiros passos como fonte de poder e contestação. Segundo, porque o tema é polémico e, apesar de ter lido umas coisas sobre a época, não conhecia episódios em detalhe.

Ao estilo de "Bob", o filme utiiza imagens da altura, especialmente das polémicas intrevenções do senador McCarthy, o homem que liderou um grupo de trabalho na maior caça às bruxas nos Estados Unidos, a perseguição e humilhação de todos os que eram suspeitos de ser comunistas. A guerra fria estava no auge e o "papão" soviético legitimava acções como as de McCarthy, que durante anos aterrorizou os americanos numa vã cruzada para limpar o comunismo do país.

BAesado em factos verídicos, o filme retrata a atitude de dois jornalistas da CBS que decidem confrontar McCarthy, defendendo a integridade da democracia americana e assumindo a responsabilidade social e politica da televisão na denúncia do que está errado, memso quando o sistema de McCarthy os toma como alvo.

50 anos depois, uma nova paranoia invadiu os Estados Unidos, a diferença é que agora são os terroristas e os árabes os alvos a detectar. Uma história do passado que, infelizmente, continua actual nos dias de hoje.

1 comment:

Paulo said...

Já tive esse filme lá em casa e acabei por nunca o ver. Apaguei-o.
Acontece que não sou lá muito fã do George Clooney...