Sunday, June 14, 2009

Semana em off

Fui mais um que aproveitou a panóplia de feríados e aproveitei para tirar uns dias e mudar de ares. O destino foi nacional e teve como pontos altos o Luso e Trás-os-Montes, com paragem obrigatória em Bragança e no Parque de Montesinho. Tirando o calor abrasador que se fez sentir em terras de além-Douro, tudo correu pelo melhor. Foi bom baixar o ritmo e ver o perimetro abdomínal da minha cara metade a aumentar ligeiramente.

Na ressaca da semana passada dois momentos merecem destaque, a onda laranja que derrotou o nosso politico mais marketeer de sempre e o regresso do absolutísmo no meu clube do coração. No primeiro caso, não contribuí para a vitória laranja, tendo desta vez entre o meu voto a um dos supostos "pequenos partidos", preterindo os big 5 que elegeram deputados europeus. Para as autarquicas já tenho candidata e nas legislativas voltarei a votar na cor com que mais me identifico.

No Benfica, assistimos a uma manobra digna de figurar n' "O Príncipe" de Maquiável, com os Orgãos Sociais do clube a apresentarem uma demissão em bloco devido às pressões que têm recebido. Ou seja, andámos meia época a apertar com o espanhol e na semana em que é finalmente anunciado que o homem vai regressar à terra dele, cai o presidente e os seus acólitos. A manobra fere as regras da boa democracia e retira tempo à oposição para apresentar uma candidatura forte contra Luís Filipe Vieira mas cá estarei para me bater contra o poder instalado. Parece que o presidente se identifica com o Rei-Sol e que chegámos à fase de que o Benfica é Luis e Luis é Benfica. Outro Luís, o XIV, marcou o absolutísmo como o auge da monarquia francesa enquanto um terceiro Luis, o XVI, ficou para a história como o último dos reis adbolutistas e o primeiro a perder a cabeça na revolução (num sentido muito para além do figurado). Resta esperar que dia 3 de Julho os sócios tomem a Bastilha no Estádio da Luz e que a Igualdade, Liberdade e Fraternidade corra com o que hoje classifico como o presidente menos democrático e mais vil da história do Benfica. Resta esperar pelas cenas dos próximos capítulos.

1 comment:

Pratas said...

Gosto desses passeios. Aproveita a vida amigo.