Wednesday, October 28, 2009

Noites gloriosas

As jornadas têm-se sucedido e os temores vão ficando para trás. Quo Vadis, Benfica?

Com este arranque histórico, ao nível da superba temporada de Jimmy Hagen e rivalizando com as épocas da década de ouro dos anos sessenta, Jorge Jesus conseguiu um feito de transformar o Benfica numa equipa de grande caudal ofensivo e de uma eficácia exemplar.

Prova-se assim que não é por sofrermos golos irregulares ou por nos anularem golos legais que deixamos de ganhar, o que interessa é jogar mais e fazer muito melhor que o adversário, deixando as desculpas para trás.

Na passada 2ª saí da Luz com um sentimento que não tinha há quase 20 anos, no tempo em que o Mats cilindrava os adversários, o Paneira jogava endiabrado e o Thern segurava o miolo. Este Benfica tem muita fantasia, jogadores que desequilibriam no um para um mas, acima de tudo, tem um conjunto que não levanta o pé até brindar os sócios com mais um excelente resultado.

Podemos não ganhar nada, mas ao menos fica a sensação de darem tudo em campo. Agora que venha o Braga.

3 comments:

Diogo said...

Também estive lá e a sensação foi idêntica...

O que dizes é verdade, até podemos não ganhar nada no final.. Mas neste momento é de louvar a entrega em campo...

Cumps.

Miguel Ferreira said...

O sentimento de ligar a Tv e dizer com alegria que o SLB vai jogar é fantástica e não me acontecia à muitos anos... infelizmente até no ultimo ano que fomos campões foi pobre.
Hoje, e porque somos e fomos Homens em assumir quando os nossos rivais estavam melhor, devemos todos estar orgulhosos em jogar um futebol dos mais bonitos em todo o mundo...

Anonymous said...

Grande equipa, verdadeira entrega em campo como à muito tempo não se via. Também lá estive nessa noite, saí de lá sem voz, mas com um sorriso de orelha a orelha. :)

Rui