Telhados de vidro


Voltando ao futebol, esta época foi marcado por muitos casos, que geraram muito ruído e acabaram depois por terem um efeito ricochete.

Bruno de Carvalho acusou o Benfica de subornar árbitros com vouchers e camisolas e está neste momento a braços com um problema grave com a investigação aos resultados do andebol.

O Porto, rei dos tempos do apito dourado, fala agora em cartilhas e toupeiras, enquanto o Benfica se fecha em copas e ameaça com queixas crime. Por onde andam os tempos de Donato Ramos, Olegàrio Benquerença, José Guimaro, a fruta e o chocolate.

A realidade é que hoje as pedras têm vai e vem, e por mais que se queiram acusar certos culpados, há sempre dano colateral a quem as atira. E falando em pedras (mil desculpas mas não consegui o vídeo traduzido)...


Comments

Popular posts from this blog

Pequeno Gafanhoto

Já chegou a primavera?

Memórias eternas