Monday, June 9, 2008

Negociatas

Parece que nos últimos dias alguém se anda a preocupar com uma realidade que há muito eu constatava: o preço do gasóleo aumentou 33% no espaço de um ano contra um aumento de 8% da gasolina. Segundo as petrolíferas este aumento deve-se aos custos de produção, mais caros que no gasolina.

No entanto, lembro-me de um artigo que li há uns largos meses em que se referenciava que a Galp, ao refinar o gasóleo que precisa para o mercado português, fica com gasolina em excesso. E lembrei-me da febre dos tdi, cdti, tdci, td e afins que inundaram o nosso mercado com elevadas performances e consumos mais baixos, o que se tornava um excelente negócio quando o gasóleo custava menos 30 centimos que a gasolina.

Agora com a desculpa da crise petrolífera o mercado ajusta-se e, mais uma vez, é o consumidor final aquele que suporta este aumento desproporcionado, mesmo quando pagou o carro mais caro fruto de uma política de impostos que penalizava estas viaturas. Por outro lado, o sector dos transportes debate-se com um aumento brutal do custo dos combustíveis, já sem falar no impacto das pescas, agricultura e afins das passadas semanas.

É a economia de mercado ao seu melhor nível.

2 comments:

Dias said...

Economia de Mercado pressupõe uma série de intervenientes que no caso de Portugal ou não existem ou não passam de postos, logo... é o descaramento!

Eu, farto, cansado, rendido, whatever, já nem me preocupo com o que nos chupam, so queria mesmo que travassem o ritmo das obras para dar ao Povo tempo de recuperar o folego antes de lhes recomeçar a encher os Egos de cimento.

Abraço desbloqueado

Pratas said...

Mais cedo ou mais tarde acho que o preço do Gasóleo estará mais alto que o da Gasolina.